Ying & Yang

Yin & Yang

Yin & Yang

 

De acordo com a filosofia tradicional chinesa, o Yin e o Yang são os dois princípios cósmicos primários do universo. O conceito tem sua origem no Tao, base da filosofia e cultura da China. Segundo este princípio, duas forças complementares compõem tudo que existe, e do equilíbrio dinâmico entre elas surge todo movimento ou repouso.

Estas forças são:

Yin: o princípio negativo, passivo, noturno, escuro, frio.

Yang: o princípio positivo, ativo, diurno, luminoso, quente.

Estes conceitos não incluem qualquer juízo de valor, não havendo hierarquia entre os dois princípios. Assim, referir-se a Yang como positivo apenas indica que ele é positivo quando comparado com Yin, que será negativo. Esta analogia é como a carga elétrica atribuída a prótons e elétrons: os opostos complementam-se. Positivo não é o bom, é apenas o oposto complementar de negativo.

A mais antiga referência a que se tem da teoria da polaridade universal Yin e Yang teve sua origem na China por volta de 700 anos a.C. e seus conceitos básicos encontram-se registrados no mais antigo livro originário do Extremo Oriente – o I Ching (O Livro das Mutações).

O diagrama do Taiji simboliza o equilíbrio das forças da natureza, da mente e do físico. Yin (preto) e Yang (branco) integrados num movimento contínuo de geração mútua, representam a interação destas forças. A realidade observada é fluida e em constante mutação, portanto, tudo que existe contém tanto o princípio Yin quanto o Yang.

Também é identificado como o tigre (Yin) e o dragão (Yang), representando os opostos.