Cinco Elementos e Artes Marcias

Na natureza, nada é estático: tudo segue em constante mutação interagindo entre si. Isso é percebido nos ciclos climáticos e sazonais, em cada traço de um indivíduo ou fenômeno no Universo. Para haver equilíbrio, o ciclo natural é inteligente e ordenado, tendo em cada estágio algumas propriedades e funções específicas. Os antigos chineses observaram a natureza e, a fim de aplicar o mesmo princípio para a harmonia do homem, estudaram os fenômenos classificando-os em cinco fases, ou cinco elementos. Os cinco elementos também são chamados de cinco movimentos, pois mais do que elementos físicos, eles representam fases do fluxo da natureza. Por exemplo, o elemento Fogo representa o verão, tem característica de calor e segue após a primavera. No homem, o Fogo é a alegria; em seus órgãos, o coração e assim por diante.

A seqüência dos cinco elementos segue uma ordem chamada ciclo de geração (sheng): madeira, fogo, terra, metal e água. Cada elemento gera e alimenta o seguinte, representando a mãe que nutre o filho. Para não haver o crescimento exagerado de um elemento, existe também o ciclo de controle (kè), no qual um elemento domina o elemento que segue após o elemento filho, ou seja, o elemento neto. Assim, madeira controla terra, fogo controla metal, terra controla água, metal controla madeira e água controla fogo. Assim, o ciclo flui em harmonia.

 

A seqüência dos cinco elementos segue uma ordem chamada ciclo de geração (sheng): madeira, fogo, terra, metal e água. Cada elemento gera e alimenta o seguinte, representando a mãe que nutre o filho. Para não haver o crescimento exagerado de um elemento, existe também o ciclo de controle (kè), no qual um elemento domina o elemento que segue após o elemento filho, ou seja, o elemento neto. Assim, madeira controla terra, fogo controla metal, terra controla água, metal controla madeira e água controla fogo. Assim, o ciclo flui em harmonia.

Madeira: Representa o nascimento. Da mesma forma que uma semente brota e expande-se com seus galhos e folhas em muitas direções revelando o seu potencial, Madeira é um elemento de expansão e expressão da capacidade de um indivíduo. Conforme o indivíduo reconhece suas características pessoais, percebendo um limite entre o “eu” e o meio, surge a noção do ego e o impulso para exprimi-lo, enfrentando condições adversas e fortalecendo-se.

Representa a primavera e o vento, que segue sua direção livremente. É ligada à criatividade, à liberdade e, se bloqueada, a energia de Madeira sobe como um vendaval e gera a emoção da raiva e frustração. Mantida em equilíbrio como uma brisa suave, o indivíduo expressa-se com calma, pois tendo uma visão correta de si mesmo, com seus potenciais e limites, enxerga a direção a seguir e mede a proporção dos seus atos. Madeira, portanto, gera o dom do planejamento.

Fogo: Representa a elevação. Após os ramos da árvore (potenciais de um fenômeno ou indivíduo) terem seguido sua direção natural, esse é o momento de sua elevação. O Fogo é o mais imaterial dos elementos e promove a sublimação da energia para o auge. De característica clara e luzente, revela o consciente humano e a sensibilidade.

Representa o verão e eleva-se como as chamas de uma fogueira. Se perder o controle, ocorre um fogaréu; nas pessoas, ocorre a alegria excessiva e mania. O Fogo em equilíbrio proporciona o contentamento e o amor.

Terra: Representa a transformação. A energia sublime está pronta para a nova etapa. Do estágio sutil e etéreo, o elemento Terra fornece as propriedades densas e materiais para a sua reversão. A Terra é sempre relacionada à mãe, que fornece ao filho nutrição e estabilidade. Com uma base firme e estável, o indivíduo sente-se confiante para a sua transformação psíquica.

Representa o intervalo entre as estações e, como a umidade, promove o movimento lento, estabilizando a rapidez do Fogo. Se excessiva, a força estabilizadora da Terra impede a energia de fluir e manifesta-se como estagnação, pensamento obsessivo e preocupação. O equilíbrio fornece a capacidade de tolerância, a estabilidade, a nutrição física e emocional.

Metal: Representa a colheita e a introversão. Transformada em uma forma mais palpável pela Terra, a tendência agora é ao agrupamento. O que possui características afins entre si é vinculado física ou energeticamente e o que não interessa é excluído. É um mecanismo que pode tornar-se condicionado e instintivo.

Representa o outono e a secura, já que o Metal “enxuga” o que não lhe é puro e permanece somente com o que lhe interessa. Com essa tendência excessiva, o indivíduo pode excluir aspectos benéficos a si mesmo e assim, experimenta o sentimento de tristeza e abandono. Além disso, nem sempre recebemos só o que queremos e também perdemos o que gostamos, o que faz com que a pessoa em desequilíbrio caia na melancolia, fique pesarosa e apegada ao passado. Por outro lado, o equilíbrio faz a pessoa compreender o fluxo natural de entrar e deixar sair, como o ar que respiramos, purificando-se mental e espiritualmente.

Água: Representa o repouso. A energia recolhida do Metal agora é armazenada na sua forma fluída, como o metal ou gelo derretido em água. Em seu fluxo contínuo, a água descende e busca a profundidade, onde encontra paz e segurança. No nível mais profundo do ser humano, há um contato maior com os sentimentos e portanto, com o inconsciente.

Representa o inverno e o frio, que gera contração. Após o repouso, a energia fortifica-se e flui para manifestar a força de vontade e a determinação. Havendo repouso excessivo, a Água forma um alagamento e sem perspectiva de terra firme, o indivíduo sofre com medo ou pânico.

Elemento
MADEIRA
FOGO
TERRA
METAL
ÁGUA
Estação
Primavera
Verão
Inter-Estações
Outono
Inverno
Estágio
Nascimento
Crescimento
Transformação
Colheita
Armazenamento
Ação
Expansão
Elevação
Nutrição
Introversão
Permanência
Gosto
Azedo
Amargo
Doce
Picante
Salgado
Odor
Rançoso
Queimado
Perfumado
Podre
Pútrido
Sentido
Visão
Fala
Paladar
Olfato
Audição
Órgão
Fígado
Coração
Baço-Pâncreas
Pulmões
Rins
Víscera
Vesícula Biliar
Intest. Delgado
Estômago
Intest. Grosso
Bexiga
Emoção
Raiva
Euforia
Preocupação
Melancolia
Medo
Dom Espiritual
Planejamento
Espiritualidade
Pensamento
Instinto
Força de Vontade
Expressão
Vento
Calor
Umidade
Secura
Frio